O que é implante capilar e como fazer uma boa manutenção?

Implante capilar é uma técnica cirúrgica, que remove o cabelo de determinada área do paciente e o implanta onde não tenha mais fios. 

Essa técnica fica com um aspecto natural, já que é colocado fio por fio, preservando as raízes. Geralmente, esse procedimento dura cerca de três a cinco horas com anestesia local e é realizado com o seu próprio cabelo, muitas vezes sem precisar de doador.

O implante capilar se tornou um dos mais procurados pelos homens, que já estão ficando adeptos dessa técnica para ter de volta sua autoestima recuperada. 

Porém, não devemos esquecer dos riscos envolvidos em uma cirurgia – mesmo que pequenos como nesse caso. E é por isso que os cuidados antes e depois da cirurgia devem ser tomados.

Já sabe como fazer uma boa manutenção e como o implante capilar funciona? Continue a leitura e vamos te informar mais sobre o assunto.

As técnicas mais utilizadas no implante capilar

As duas técnicas que são bem utilizadas para um implante capilar são:

 

  • FUT (sigla em inglês para transplante de unidades foliculares): consiste em extrair faixas do seu couro cabeludo – mais indicados em pacientes com maiores níveis de calvície.
  • FUE (extração de unidades foliculares): é a coleta fio por fio e as aberturas cicatrizam rapidamente – indicado para quem está em nível inicial das quedas dos fios.

 

Apesar de cada uma ser indicada para um tipo de paciente, não é possível afirmar qual a melhor técnica para você sem contar com uma clínica em São Paulo ou na sua região, que tenha especialização no assunto 

Não se esqueça de tomar os cuidados necessários

Antes da cirurgia, você deve evitar cortar os cabelos que serão doados, consumir bebida alcoólica, fumar cigarros, drogas e usar medicamentos que possam interferir na hora da cirurgia.

O médico dará instruções básicas após a cirurgia, então siga corretamente, pois será de grande importância na sua recuperação. 

Mesmo com casos graves após a cirurgia, os ricos comuns são: cicatrização, crescimento insuficiente de cabelo ou queda dos fios implantados.

Algumas complicações podendo ocorrer como inchaço, hematomas, coceira e desenvolvimento de casquinha. Mas isso pode ser evitado seguindo as orientações médicas.

6 dicas para a manutenção do seu implante capilar

As dicas de manutenção são para usar na fase do pós-operatório, garantindo tranquilidade nesse período, fazendo com que você tenha os melhores resultados possíveis.

  1. Formação de crosta: É muito comum na região em que foi feito o implante e por mais que seja tentador, a crosta não deve ser retirada. Deixe que ela caia naturalmente, evitando problemas no futuro.
  2. Tintura no cabelo: Você só pode colorir o cabelo a partir de 3 meses depois do procedimento cirúrgico.
  3. Exposição ao sol: É importante evitar a exposição ao sol durante 30 dias, pois o couro cabeludo tem grande sensibilidade à radiação UVB. 
  4. Banho de praia e piscina: Durante o processo de manutenção do implante capilar, é importante evitar banhos de praia e piscina, porém após essa fase você já está liberado para ir a esses lugares.
  5. Utilização do shampoo: O tipo comum só deve ser usado após a fase do pós-operatório. O uso de cosméticos serve para melhorar a qualidade do cabelo implantado, mas é necessário se atentar aos que são permitidos nessa fase.
  6. Substâncias no cabelo após o implante: Evite qualquer substância no cabelo após a cirurgia, pois dependendo do que for pode afetar a sua saúde e dos novos fios de cabelo.

Fazer implante capilar não é só por vaidade, mas para melhorar a autoestima de homens e mulheres que sofrem por causa da calvície.

Você ainda tem dúvidas de como tratar isso e por que o implante capilar pode ser a melhor opção? Então, deixe um comentário e saiba mais do assunto.

Luiz Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *