Redator freelancer: como se tornar um?

Ser redator freelancer está em alta, sabia? Não importa onde você esteja, muito provavelmente você irá ouvir algo sobre o assunto.

E, bom, é simples saber por qual motivo essa profissão está sendo tão comentada… Afinal, não é nada mau ter horários flexíveis, escolher os projetos mais interessantes e ganhar exatamente quanto você deseja mensalmente.

Mas, como se tornar redator freelancer? Como funciona essa profissão? O que é necessário aprender para ter uma cartela de clientes poderosa?

Eu tenho a resposta, mas, você precisa ler até o final para descobrir. Vamos lá?!

O que exatamente é um redator freelancer?

Você já deve imaginar o que é um redator freelancer, mas, só para que não tenha confusões na cabeça, é importante que, ainda sim, seja esclarecido.

O redator freelancer é um profissional contratado exclusivamente para produzir conteúdos, levando em consideração a pauta (que pode ser definida por você ou ser enviada, já pronta, pelo cliente), público-alvo do cliente, palavras-chave, referências e objetivo do cliente para o conteúdo.

Todos os detalhes são conversados entre o cliente e o profissional, antes do início do projeto e, claro, o prazo é acordado de acordo com a disponibilidade do contratado e objetivo do cliente. O redator, no caso do valor do serviço, pode optar por receber por pacote, hora e artigo feito.

Se você está aqui, além de saber o que é um redator freelancer, já deve ter em mente quais são os benefícios e malefícios do ofício.

Eu costumo dizer que ser um redator é ter, em conjunto, dois extremos, isso porque você pode trabalhar de onde quiser, pode querer não aceitar participar de determinados projetos e possui total liberdade com horários, desde que entregue o combinado no prazo definido.

Mas, em contrapartida, você, sendo redator freelancer, acaba sendo seu próprio chefe e, por esse motivo, você possui algumas responsabilidades, como: você deve organizar seu espaço de trabalho, precisa deixar estabelecido estrategicamente o que precisa fazer no dia, semana e mês.

Além disso, você também precisa estar em constante prospecção, afinal, sendo seu próprio chefe, você precisa ter trabalhos suficientes para ganhar o valor que deseja no mês. A organização na profissão é o que define o sucesso ou fracasso do profissional.

Ser um redator freelancer conta com inúmeros benefícios e inúmeros malefícios também. É um extremo! Mas, é recompensador saber que você está trabalhando para você e, isso, claro, faz com que a profissão ganhe cada vez mais adeptos.

Passos para se tornar um redator freelancer de sucesso

1. Tenha certificações

Para ser um redator freelancer, você não precisa apenas saber escrever, é necessário que você tenha noções de SEO, noções de gramática, que você trabalhe a escaneabilidade no conteúdo, que você saiba escrever de forma dinâmica e, claro, esteja disposto a buscar conhecimento constantemente para melhora do seu desempenho.

Existem diversas empresas que oferecem, gratuitamente, algumas certificações gratuitas. Essas certificações são bem amplas e curtas, então, você consegue ter uma boa noção do que é abordado sem precisar dedicar tantas horas. Acredite, vale super a pena e são diferenciais na negociação com o cliente e também em candidaturas em plataformas.

2. Escreva bastante

Se você almeja a perfeição, precisa praticar. Então, antes de oferecer os seus serviços como redator freelancer, produza conteúdos por exercício e, se quiser ir além, ofereça seus conteúdos por um valor simbólico ou gratuitamente, para conseguir entender como funciona o ritmo do trabalho.

3. Trabalhe no seu portfólio

Seguindo o tópico anterior, você terá bastante material para construir o seu portfólio. E, mesmo que você acredite ser dispensável, o portfólio é fundamental – e solicitado – por todas as empresas que costumam contratar redatores.

O portfólio é a única forma que o cliente possui, além das certificações, de saber que você entende do assunto. Além, é claro, de saber se você possui experiência.

4. Trabalhe em plataforma freelancer

Tela da plataforma

Para conseguir os seus primeiros projetos, adquirir experiência e montar sua cartela de clientes, é interessante se cadastrar e realizar a candidatura em plataforma freelancer, como, por exemplo no Meu Redator.

No Meu Redator, você consegue, depois de aprovado, trabalhar com clientes de diversas áreas e, como você estará sendo intermediado por uma plataforma, se houver dúvidas ou problemas, você possui um suporte completo.

Iniciar por plataforma freelancer é ter mais segurança, tanto no trabalho que será realizado, como no recebimento do valor acordado.

5. Rotina organizada

É fundamental, na sua carreira de redator freelancer, que você organize sua rotina, estabelecendo horários, metas e estratégias.

A organização é a chave para o sucesso, então, saiba exatamente quanto tempo você gasta para realizar cada tarefa e utilize ferramentas para te ajudar nos processos. Lembre-se que você irá ganhar com o conteúdo aprovado, então cada minutinho conta nessa profissão!

Como funciona a plataforma do Meu Redator

Conclusão: Seja o redator freelancer que o mercado procura!

Para finalizar, saiba que, se você quiser sucesso como redator freelancer, você precisa se adequar ao mercado.

O que os seus clientes esperam? Qual é o valor médio do mercado? O que você pode oferecer de forma adicional para ter mais valor? Quais são os melhores horários para prospecção?

Estude o mercado, o cliente e, com base nisso, se desenvolva como profissional. Afinal, você está concorrendo com vários outros profissionais com anos de experiência, é necessário garantir o seu espaço!

 

Guia Locais Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *